Arquivos da categoria: TopSkills

Happy International Women's Day!

Acreditamos em seu futuro tanto quanto você“.

Com essa frase, Google lançou, hoje, uma campanha bacana: OneDayIWill‬. Veja os detalhes em https://landing.google.com/onedayiwill/. Nessa página, além de explicar a criação da campanha, são citados também alguns grupos que “ajudam as mulheres ao redor do mundo a mudar o futuro”. 

Além dos grupos citados, há outro grupo que merece menção. Trata-se da International Education and Resource Network ou iEARN.

iEARN é uma organização sem fins lucrativos (ONG) composta por mais de 30 mil escolas e organizações juvenis em mais de 140 países. iEARN permite que professores e jovens trabalhem on-line usando a Internet e outras tecnologias de comunicação. Mais de dois milhões de alunos a cada dia estão envolvidos em trabalhos de projetos colaborativos em todo o mundo.

iEARN é:

um ambiente seguro e estruturado em que os jovens podem se comunicar

uma oportunidade de aplicar o seu conhecimento em projetos de ensino-serviço

uma comunidade de educadores e alunos que fazem a diferença, como parte do processo educativo

Como você pode participar?

Existem mais de 150 projetos na iEARN, todos desenvolvidos e acompanhados por professores e alunos para atender as necessidades curriculares e de sala de aula e de horários. Os Projetos acontecem no Centro de Colaboração iEARN (uma plataforma on-line). Alguns exemplos:

http://ussamaerrami.wix.com/echarif-el-idrissi#!our-meeting/c66t

http://collaborate.iearn.org/space-2/group-81

Para participar, professor e alunos selecionam um projeto on-line e podem integrá-lo em sua sala de aula.

Com o projeto escolhido, os alunos se encontram em espaços – fóruns on-line – para se envolverem com os participantes em salas de aula de todo o mundo que estão trabalhando no mesmo projeto.

Além de conectar a aprendizagem dos alunos com as questões locais e satisfazer as necessidades curriculares específicas, cada projeto proposto por professores e alunos na iEARN tem que responder à pergunta: “Como o projeto vai melhorar a qualidade de vida no planeta?” Esta visão e propósito é a cola que mantém iEARN coesa, permitindo aos participantes se tornarem cidadãos globais que fazem a diferença, colaborando com seus colegas ao redor do mundo. Todo mês de julho, há também uma Conferência Internacional da iEARN.

* TopSkills é membro institucional da iEARN internacional. 

E você? Vai falar inglês em 2016?

No Brasil,  o mercado de ensino de idiomas estrangeiros, em geral, é feito de promessas de aprendizagem e de domínio da língua estrangeira de uma forma fácil e rápida, quase beirando a soluções mágicas. Notadamente, o mercado de cursos de inglês é dominado por esse tipo de marketing, que pode ser visto como uma piada (de mau gosto!). Milhares, e muito provavelmente milhões de brasileiros, de todas as idades e por razões diversas, acabam caindo na desilusão de falar um idioma estrangeiro sem dedicação e sem uma prática contínua. Essa frustação deve-se, em muitos casos, as promessas de se aprender ou dominar o idioma inglês ao estilo ‘fast food’.

A verdade é que são necessários muito empenho e dedicação por qualquer pessoa que realmente queira usar um idioma estrangeiro como sua segunda língua de comunicação. Essas condições independem do método, do professor ou do material e meios utilizados. Não há ‘atalhos’ para você aprender e falar qualquer idioma fluentemente.

Mesmo assim, e como se esse marketing enganador já não fosse danoso o suficiente, predomina, no Brasil, a ideia que o ensino de inglês pode ser feito pelo estudante de qualquer área, pelo turista que ‘passou um tempo lá fora’ ou, simplesmente por qualquer um que se julgue capaz de ensinar o idioma estrangeiro. Consequência? Mais desilusão e mais frustração das inúmeras pessoas que caem nas… ‘mãos’ desses ‘instrutores’.

E o engano não para por aí! ‘Aprenda com um nativo’. Você já deve ter ouvido esse apelo, não é mesmo? A ideia desse tipo de propaganda é que você aprende mais e melhor com um falante nativo do idioma alvo. No entanto, basta você responder a uma simples pergunta para saber a verdade:

– ser um nativo desse ou daquele idioma é suficiente para saber ensiná-lo com eficiência e eficácia? Ou,

– o fato de você se comunicar fluentemente em português o torna capaz de ensinar esse idioma para qualquer pessoa que precisar, incluindo aí qualquer estrangeiro?

– Of course not! Claro que não!

Recentemente, as conclusões de duas pesquisas desenvolvidas pelo linguista britânico David Graddol, 56 anos, a pedido do British Council, uma associação sem fins lucrativos do governo do Reino Unido e voltada para questões de ensino de inglês, revelou que não adianta ser nativo. Tem que ser qualificado para ensinar o idioma!

Em uma entrevista feita pelo portal O globo, o pesquisador Graddol afirma que os ‘Melhores professores de inglês não são britânicos nem americanos’.

Ao contrário do senso comum, o melhor professor de idiomas não é o nativo, mas aquele que fala também a mesma língua do aluno. A vantagem desse profissional está na capacidade de interpretar significados no idioma do próprio estudante. Com a hegemonia ameaçada no caso do inglês, professores americanos e britânicos devem reavaliar a maneira como ensinam o idioma.

David Graddol  também enfatiza a importância da formação, do domínio e da experiência do profissional:

Também é preciso ser altamente capacitado e ter um ótimo domínio do idioma, claro.

Para ver a entrevista completa, clique aqui.

Essa, então, é a minha dica para aqueles que procuram cursos de inglês ou professores particulares de idiomas. Em 2016, busque por profissionais realmente especializados, dedicados e bem preparados para lhe ajudar nessa grande missão que é falar um novo idioma!

 

Curso grátis de inglês básico

ALISON é uma comunidade on-line que oferece cursos gratuitos. Um deles é o ‘Gramática da língua inglesa’, nível iniciante. O curso é interessante, pois incluí recursos como vídeos e áudios para contextualizar explicações e exemplos dados durante os módulos.

Como eu já disse em outros posts, a participação nesse tipo de curso pode ajudar o aprendiz na aquisição do idioma estrangeiro. Evidentemente, há várias limitações, mas esse formato é dinâmico, interativo e torna-se uma boa opção para os adeptos do mundo on-line (i.e. recursos informatizados).

Agora, se você quer uma aprendizagem e aquisição do idioma estrangeiro mais rica, mais dinâmica e autêntica, procure um curso com uma abordagem mais holística, integral e conduzido por profissionais bem preparados e capacitados. TopSkills oferece tudo isso além de um acompanhamento personalizado! (link para curso on-line da ALISON).

 

Isso mesmo! A cantora Anitta já contou nas suas redes sociais que apoia o Movimento #compredopequeno. E disse ainda que…

Posted by Compre do Pequeno on Quinta, 17 de setembro de 2015